Bom, a partir de segunda começam as minhas provas e daqui a duas semanas termino todas as minhas obrigações relativas a faculdade italiana. Depois disso tenho um mês e meio pra viajar pela Europa e voltar pra Porto Alegre.

Tô começando a sentir um gosto de despedida nisso tudo (sem contar no medo de fazer provas orais, em italiano, na frente de um bando de gente).

Tenho lido livros e levado as coisas a sério de uma forma que eu nunca tinha antes.

Afinal, viajar pra um lugar completamente diferente da nossa “zona de conforto” é algo e tanto a se fazer.

E aí começa a bater aquele friozinho na barriga. De fazer as provas, de viajar e de voltar pra “casa”.

Isso aí: “casa”. Porquê de uma certa forma a gente sente que mudou tanto e que enxergou tantas coisas diferentes que não reconhece mais o “nosso” espaço como nosso. Nem se enxerga o que se encontra a nossa frente ou o que nos espera, simplesmente se fica ali meio que pendurado numa linha esperando que ela se rompa e rezando pra cair de uma forma confortável e segura…

Vai ver que é o frio da primavera milanese que tá me afetando desse jeito.

Pelo menos eu tenho mais uns dois meses pela frente em compras 😉

Beeeijo pra quem lê.

Anúncios